Pular para o conteúdo principal

Senhora - José de Alencar



 "Senhora" pertence à fase literária que conhecemos como "romantismo". O escritor, José de Alencar, traz no livro uma dura critica à sociedade, onde o que prevalece é a relação por interesse, principalmente no casamento. Faz uma construção inteligente e admirável, desafiando o padrão imposto pela a época.
A história se passa na segunda metade do século XIX, na cidade fluminense. A personagem principal, Aurélia é uma jovem órfã, rica, bonita, inteligente, e determinada. Tudo o que não representava a mulher naquela sociedade machista, e o escritor é fantástico descrevendo-a, me apaixonei pelo o livro já nas primeiras linhas, definitivamente é uma leitura espetacular!
 Há alguns personagens que merecem destaque, são eles: Dona Firmina, mulher que vive com Aurélia, é uma parente distante, mas companheira; senhor Lemos, tio de Aurélia, interesseiro e dissimulado, sempre tratando a moça com vassalagem; e Fernando Seixas, um rapaz vaidoso e de personalidade fútil, e pelo o qual Aurélia já foi apaixonada e pretende torna-lo seu futuro marido.
 O livro é dividido em quatro partes e não segue uma ordem cronológica. Na primeira tomamos parte sobre o arranjo do noivo e o casamento entre Aurélia e Fernando. O noivo aceita o casamento por um dote altíssimo, rompe com o noivado com  Adelaide, e concorda com o trato de conhecer a noiva apenas no dia do casamento. Quando o dia chega, ele tem uma surpresa: a mulher é a jovem que um dia ele abandonou por ela ser pobre. Aurélia então o humilha, tratando-o como um objeto comprado, um homem sem valor por ter se vendido assim.
 O "casamento feliz" é apenas aparente e se torna um inferno que Seixas jamais poderia ter imaginado.
 Na segunda parte o autor conta a história de Aurélia e como se tornou rica.
 Enquanto vivia com a mãe e o irmão doente Aurélia sofria muito com a pobreza.
Sua mãe, preocupada com o futuro da filha, fazia-a ficar na janela para que os rapazes a notassem e quem sabe assim, se casasse com ela (costume da época).
 Aurélia sempre reprovou a ideia, mas a fazia pela a mãe, apesar da gentileza dos rapazes ela nunca se interessou verdadeiramente por nenhum, até o dia em que seus olhos encontram os de Seixas...
À principio ele se interessa por Aurélia também, porém, vendo a situação financeira da moça acaba desistindo do que sentia, o que a magoa profundamente.
Mas um dia sua vida muda: ela perde o irmão, a mãe, e... se torna rica! Após seu avó paterno deixar toda a fortuna para ela, muda de vida por completo. A única coisa que permanece é a sua personalidade nobre.
 Sempre dispensou qualquer agrado que recebia quando percebia que havia interesses por de traz do gesto. Sua beleza não era apenas exterior... era inteligente, o que desafiava os padrões estabelecidos na época, em que a função da mulher era se tornam um esposa e cuidar dos filhos.
 Quando passa a frequentar os grandes bailes da sociedade atrai muitos olhares e galanteios, dispensa todos. Até um dia que decide se casar. E faz por intermédio de seu tio Lemos a proposta do casamento com Fernando.
 Aurélia, que agora é uma garota rica, traça seu plano de vingança para com o homem que tanto a  machucou.
 Todo o conflito no casamento é retratado na terceira parte. As troca de carrinhos dóceis e gentis entre o casal mais famoso da região é apenas frente às outras pessoas. Isto porque Aurélia está sempre no ataque, atingindo-o com palavras duras e mantém um severo julgamento sobre o carácter dele.
 Seixas decidi então juntar todo o dinheiro do dote e devolver à Aurélia para poder pedir o divórcio.
 Neste ponto da história já é muito claro a mudança moral do jovem. Ele, que antes era materialista e pensava apenas em bens materiais, amadurece e se torna uma pessoa completamente diferente . Passa a ser admirador da natureza e tem um espirito mais sensível e digno.
 Mas e Aurélia, será capaz de perceber a mudança e perdoar o erro do passado, ou ainda se manterá decidida sobre o sentimento de rejeitamento sobre aquele que um dia tanto a fez sofrer?


 Esta é uma resposta que deixarei vocês descobrirem lendo o livro... A literatura é muito mais do textos necessários para passar em provas e vestibulares... É um modo de aprender sobre a história, sobre costumes, modos de vida, e formação da sociedade. A leitura é maneira mais intensa e emocionante de você se viajar para outros tempos e lugares...



Biografia - José de Alencar
Nasceu em Messejana, próximo de Fortaleza, e foi morar no Rio com apenas 11 anos. Foi influenciado pelos ideais políticos do pai, senador, assim como o irmão, diplomata. Formado em direito, atuou como advogado, jornalista, dramaturgo e até como político.
Nas suas obras, Alencar demonstra uma preocupação com a cultura nacional. Buscando retratar o Brasil através de diferentes temáticas: indianistas, regionalistas, históricas e urbanas. Nas narrativas urbanas, costuma fazer críticas à sociedade da época, em especial à desigualdade social. E nas indianistas apresentam o índio de forma idealizada.
José de Alencar morreu em 1872 de tuberculose. Anos mais tarde, foi homenageado como patrono da cadeira nº 23 na Academia Brasileira de Letras, fundada por Machado de Assis.

Postagens mais visitadas deste blog

Melhores Séries, Trilogias e Sagas

As séries andam fazendo grande sucesso na literatura; podemos passar horas viajando neste mundo, assistindo as adaptações, e descobrindo as novidades! O grande diferencial das sagas é a sequencia, e por isto acabamos nos envolvendo de forma mais intensa,ficamos loucos pelos os laçamentos e passamos à ficar procurando por novas sagas!
Então o Mosaico de Livros separa aqui para vocês algumas das séries que andam tendo reconhecimento estrondoso entre os leitores. Neste clima de ferias escolha a sua, pegue os óculos, uma xícara de café e se aconchegue no sofá!



1- A Mediadora
A mediadora, escrito por nossa adorada Meg Cabot escritora da série de livros O Diário da Princesa.
Falar com um fantasma pode ser assustador. Ter a habilidade de se comunicar com todos eles então é de arrepiar qualquer um. A jovem Suzannah seria uma adolescente nova-iorquina comum, com seu indefectível casaco de couro, botas de combate e humor cáustico, se não fosse por um pequeno detalhe: ela conversa com mortos. Suzann…

Primavera

Então a primavera chegou abra as janelas e deixe que ela entre, sinta o aroma das flores que percorre o ar, se deleite com as cores vivas das pétalas que apenas a primavera pode proporcionar. Este breve instante da natureza  nos faz apaixonar pela vida, seja bem vida primavera, traga seu encanto e beleza.
Estamos muito felizes e empolgadas com esta estação magica, somos apreciadoras do desabrochar das flores, para celebrar a estação vamos sugerir livros, para ler, apreciar e curtir durante esses dias floridos, sugerimos que antes de ler a postagem assistam este vídeo a primavera de Vivaldi, para entrarem no clima. 

Primavera de Vivaldi 



Ola! Leitores do Mosaico, como foi dito anteriormente vamos indicar alguns livros para lerem nesta estação, eu Thais vou indicar os cinco livros a baixo e a Mariana os próximos cinco, pois esta é uma postagem em conjunto acho que já percebem que fazemos postagens em conjunto de vez em quando. Então minha proposta de leitura é algo leve e romântico, são liv…

William Shakespeare

Um gênio da literatura, mundialmente conhecido, um dos escritores mais famoso do mundo e o mais apaixonado, criador dos mais belos sonetos da língua inglesa, desde pequenos ouvimos falar sobre ele, em filmes, livros, revistas e jornais, nos encantamos por suas obras, são fascinantes simplesmente apaixonantes. Eu realmente gostaria de saber se William de fato amou alguém como ele descreve, poderia um homem amar desta forma? Ainda não sei essa resposta talvez nunca saberei, mas sei que vou acreditar ser possível, pois as obras de William são compostas com uma profunda paixão da qual nunca vi em outro escritor, William ainda dá preciosos conselhos para a vida em outras obras.
O que mais posso dizer sobre este escritor genial que conquistou o mundo com suas obras poéticas e apaixonadas, sou grande fã dele assim como a Jane Austen, Sigmund Freud, Goethe e o brasileiro Machado de Assis.

Biografia resumida e obras 

Shakespeare é considerado um dos mais importantes dramaturgos e escritores de to…

Resenha - The Kiss of Deception

As crônicas de amor e ódio, é um dos melhores livros de fantasia que eu li recentemente, a história me surpreendeu bastante, para ser sincera eu esperava apenas um romance modesto, no entanto o livro é além disso, além da fantasia temos muita aventura, ação e um romance que te deixara apaixonado pelos personagens.
Pode-se levar anos para moldar um sonho, mas é preciso apenas um segundo para despedaçá-lo."
A autora Mary E. Pearson me ganhou por utilizar elementos previsíveis para criar uma trama inteligente, mágica, cheia de manipulações políticas e focada no amadurecimento de seus protagonistas. Fazia tempo que não lia algo tão grandioso e apaixonante.
 Eu sabia que o livro se passa em um ambiente medieval e  indicado para fãs de Game Of Thrones estava esperando uma narrativa mais histórica e romântica. Mas, para minha surpresa, esse livro trouxe um equilíbrio entre esses dois gêneros de forma arrebatadora. "Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a pro…

Resenha - A Fúria e a Aurora

Sobre este livro posso dizer apenas que fiquei encantada pela leitura, a escrita te prende de certa forma, pois esta é a intensão da autora Renée Ahdieh, cativar o leitores com mistérios e instigar através de uma personagem corajosa e destemida, que se laça em uma fúria desesperada, para suprir seu desejo de vingança. A Fúria e a Aurora é um retelling do clássico As Mil e Uma Noites, com uma pitadinha extra de magia e muito, mas muito romance. É um exemplo muito bom de como um retelling deve ser: manter as características originais da narrativa, mas dar um toque especial que envolve o leitor ainda mais. A leitura é  instigante, pois as cenas são descritas com esmero, no intuito de transporta-lo diretamente para as arabias e vivenciar  o conto das mil e uma noites, aos poucos segredos vão sendo revelados, intensões e sentimentos são descobertos, mas nunca o tão esperado motivo pelo qual o rei mata suas esposas ao surgir da aurora.
O segredo de um bom escritor é ser um bom contador de h…