Pular para o conteúdo principal

Aniversário da blogueira II

Há alguns dias eu abri este blog e me deparei com uma surpresa da minha blogueira predileta. 
Vou contar um pouquinho da nossa história para vocês:
Além de sermos duas taurinas, loucas por livros,que adora a arte cozinhar (mas eu confesso que ela sobressai nas receitas devastadoras que ela apronta), temos também alguns familiares em comum. E o engraçado desta história é que não fazíamos a menor ideia disto. 
 Bem, nosso "conto" pode ser definido..digamos assim, como "destino". Como vocês sabem ela nasceu no estado do Goias, na mesma cidade que minha mãe. Já eu, nasci em Minas. 
Porém, apesar de ir algumas vezes na cidade natal dela, nunca cheguei vê-la, ou mesmo conhece-la. 
 Com os meus dez anos me mudei para o estado de Mato Grosso, onde morava no campo com meus pais. E na nossa vizinhança, acabamos conhecendo um casal que além de ser da cidade natal da minha mãe (Quirinópolis, a mesma da Thais) eram parentes de um grau distante (mas eram parentes!)  Com algum tempo o filho dele, junto com a esposa e os dois filhos (um rapaz e uma moça) acabaram mudando para o Mato Grosso também. E aí, vocês já devem ter deduzido onde a Thais entra na história, rs.
 Sim, ela era a filha do casal. Mas não pensem que nos conhecemos assim tão facilmente. 
  Na verdade, ela morava na cidade, e eu raramente a via.  
 Bem, mas depois de um ano ou dois, não me recordo bem, os pais delas acabaram mudando para o campo. 
 Olhem só a outra coincidência da história: nossas mãe são professores (as pessoas costumam dizer que elas se parecem muito!).

 A mãe dela me deu aula durante um ano, e não demorou muito para que ficássemos próximas. Passávamos os intervalos falando de livros, politica, história, biologia... kkkk. Ela me falava muito da filha dela (a Thais) e logo descobri minhas semelhanças com as da Thais (que morava na cidade). Aí sim acabei me aproximando da fofa da Thais (se com a mãe dela eu já batia um maior papo, imagina com ela).
 Hoje eu moro em Minas novamente, e ela está lá. Mas a distancia não nos atrapalhou, rs.
 No final do ano passado recebi uma mensagem da Thais perguntando se eu queria ser sua parceira em blog. Não pensei duas vezes!!! 
 E Thais, depois de quase seis meses, só tenho que te dizer que é um prazer estar aqui neste lugar de carinho com você, aqui eu compartilho com as pessoas um dos meus maiores prazeres: a leitura e suas particularidades. Todo dia é algo novo pra aprender, todo dia é amor compartilhado. Por isto, Amiga ( com 'a' maiúsculo) eu vou compartilhar com você uma música, uma música que inspira, que nos ensina... Sou apaixonada por ela, sua letra é uma verdadeira lição de vida... e é por isto que te ofereço-a. 
 Que você a leve pelo o seu caminho, que você caminhe nesta trilha com sabedoria e amor. Que você continue esta pessoa doce, maravilhosa, amorosa, inteligente e divertida! Eu não sei agradecer pela a nossa amizade, mas espero que neste dia tão especial, eu possa arrancar um "risinho" ai... Um grande abraço! Estamos ai...para o que der e vier..! 
                                            I believe in you!!!

Happy Birthday !!! 







Postagens mais visitadas deste blog

Melhores Séries, Trilogias e Sagas

As séries andam fazendo grande sucesso na literatura; podemos passar horas viajando neste mundo, assistindo as adaptações, e descobrindo as novidades! O grande diferencial das sagas é a sequencia, e por isto acabamos nos envolvendo de forma mais intensa,ficamos loucos pelos os laçamentos e passamos à ficar procurando por novas sagas!
Então o Mosaico de Livros separa aqui para vocês algumas das séries que andam tendo reconhecimento estrondoso entre os leitores. Neste clima de ferias escolha a sua, pegue os óculos, uma xícara de café e se aconchegue no sofá!



1- A Mediadora
A mediadora, escrito por nossa adorada Meg Cabot escritora da série de livros O Diário da Princesa.
Falar com um fantasma pode ser assustador. Ter a habilidade de se comunicar com todos eles então é de arrepiar qualquer um. A jovem Suzannah seria uma adolescente nova-iorquina comum, com seu indefectível casaco de couro, botas de combate e humor cáustico, se não fosse por um pequeno detalhe: ela conversa com mortos. Suzann…

Resenha- Os Miseráveis

Jean Valjean chega à cidade francesa de Digne. É um ex preso, que foi forçado por dezenove anos à um trabalho forçado por ter roubando um pão para alimentar sua família. Após tentativas fracassadas de procurar alguma hospedaria para se abrigar naquela França preconceituosa (Valjean é expulso até mesmo de uma casa de cachorro) desiste de procurar algum lugar e decide repousar numa praça; acontece algo espetacular. 
 Alguém lhe indica uma casinha onde poderia passar a noite; a casa do bispo Benvindo.
 O bispo é o amor em pessoa; recebe-o agradavelmente e com muita honra; após se alimentarem e conversarem um pouco foram repousar. Benvindo o convida para o café da manha e Valjean se encanta com tanta bondade, depois de ser tao humilhado na cidade, o infeliz se surpreende com a atitude do bispo, que nãodemonstrou nenhuma atitude de medo ou uma atitude maldosa, mas de apenas compaixão e amor.
 Porém, mesmo após ter recebido uma atitude tão nobre, Jean faz um ato vergonhoso com quem lhe trato…

Resenha - Como Vejo o Mundo

Eu não tenho palavras para Albert Einstein. A leitura de fácil compreensão e as ideologias propostas conseguem deixar qualquer um empolgado com o livro.  Reconhecido por seu pacifismo e preocupação com o bem comum, neste livro Einstein oferece uma profunda reflexão sobre a nossa própria existencia.   Mas como evidências valem mais que opniões; eu trouxe aqui um trecho do livro que achei bem curios: o seu ponto de vista sobre a riqueza.  "Todas as riquezas do mundo, ainda mesmo nas mãos de um homem inteiramente devotado à ideia do progresso, jamais trarão o menor desenvolvimento moral para a humanidade. Somente seres humanos excepcionais e irrepreensíveis suscitam idéias generosas e ações elevadas. Mas o dinheiro polui tudo e degrada sem piedade a pessoa humana. Não posso comparar a generosidade de um Moisés, de um Jesus ou de um Gandhi com a generosidade de uma Fundação Carnegie qualquer."
COMO NÃO CONTINUAR LENDO?!  Ele faz também referência às religiões. Uma refêrencia que se …