Pular para o conteúdo principal

Carta ao tempo


Quem já assistiu "Beleza Oculta" com o Will Smith pode recordar das cartas ao amor, ao tempo e à morte. Por inspiração desse filme me foi pedido uma carta ao tempo, e eu fiz. Hoje, depois de alguns meses a reencontrei perdida em um lugar que não fazia jus à sua escrita, afinal, tudo o que representa o que o sentimento humano pode sentir deve ser exposto para almas nobres. Compartilho com vocês então um pouco do meu mundo infinito e apaixonado. Espero que gostem, e que possa escrever uma também! O tempo não espera!

Busquei tantas vezes te parar, te acelerar, te pausar; ignorância ou ingenuidade de minha parte? Logo com você, dono da verdade imutável, da paciência infinita. Hoje, não me prendo mais à você pelo desejo de controle, mas por um sonho íntimo de encontrar respostas.
A sua onipresença, faz ser dito por lugares cotidianos ideias a seu respeito; mas quantas delas são baseadas em uma reflexão de sabedoria e conhecimento? Ouço que você pode afastar seres amados, agredir traços do corpo, e destruir a matéria. E por isto te apedrejam. Ouço que você pode curar chagas, amenizar angústias, perdoar traições; e por isso te enaltecem. Tempo, o quanto isso está fundamentando na verdade? O quanto isso pode chegar perto do que penso? O quanto isso pode me ajudar a encontrar respostas para a vida?
Leio em livros, assisto em jornais “Como aproveitar melhor seu tempo”, mas como? Se  eu nem sei se à mim você pertence. Me aconselham a ter mais controle sobre você, será mesmo? Porque não sei se quem me aconselha tem a alegria de te ver passar nas tardes ensolaradas de domingo. Também dizem pra me te explorar, e novamente não sei se quem me induz sabe sonhos e tristezas daqueles que julgam amar.
Ouço tanto sobre você, tantas frases prontas e respostas formuladas e ainda não creio que tenha encontrado o que procurava; porque mesmo não sabendo o que tanto procuro, sei exatamente o que desprezo, e o padrão é um deles.
Falam muito de suas habilidades: criar, destruir, apagar, renovar, consertar... A de ensinar é a mais admirável. E eu bem sei que seus métodos não se remodelam diante do sol ou da chuva, diante da nevada ou da seca; ele é o que é. Não favorece ninguém, mesmo levando a calma aos corações dos justos e dos bons.
Até hoje, nesta minha curta experiência de vida, durante todos os dias você esteve presente; nas noites frias e madrugadas solitárias você sussurrava ‘não se preocupe, vai passar’, nos dias floridos e nas tardes quentes afirmava ‘aproveite, vai passar’.
E agora, não acho que seja o culpado das desgraças, nem o herói da história; você é você, sem utopia ou mentiras; mas sei que me ensinou o mais importante: no gabarito da existência não existe apenas uma opção certa, mas sim inúmeras possibilidades de acerto; e eu só tenho que escolher uma. E eu escolho a da ousadia, porque assim você me disse uma vez “o melhor tempo gasto é o que é aproveitado com a vida, e viver é ousar”.

 Um ótimo tempo para vocês, nas noites frias  e nas tardes quentes!

Postagens mais visitadas deste blog

Melhores Séries, Trilogias e Sagas

As séries andam fazendo grande sucesso na literatura; podemos passar horas viajando neste mundo, assistindo as adaptações, e descobrindo as novidades! O grande diferencial das sagas é a sequencia, e por isto acabamos nos envolvendo de forma mais intensa,ficamos loucos pelos os laçamentos e passamos à ficar procurando por novas sagas!
Então o Mosaico de Livros separa aqui para vocês algumas das séries que andam tendo reconhecimento estrondoso entre os leitores. Neste clima de ferias escolha a sua, pegue os óculos, uma xícara de café e se aconchegue no sofá!



1- A Mediadora
A mediadora, escrito por nossa adorada Meg Cabot escritora da série de livros O Diário da Princesa.
Falar com um fantasma pode ser assustador. Ter a habilidade de se comunicar com todos eles então é de arrepiar qualquer um. A jovem Suzannah seria uma adolescente nova-iorquina comum, com seu indefectível casaco de couro, botas de combate e humor cáustico, se não fosse por um pequeno detalhe: ela conversa com mortos. Suzann…

Primavera

Então a primavera chegou abra as janelas e deixe que ela entre, sinta o aroma das flores que percorre o ar, se deleite com as cores vivas das pétalas que apenas a primavera pode proporcionar. Este breve instante da natureza  nos faz apaixonar pela vida, seja bem vida primavera, traga seu encanto e beleza.
Estamos muito felizes e empolgadas com esta estação magica, somos apreciadoras do desabrochar das flores, para celebrar a estação vamos sugerir livros, para ler, apreciar e curtir durante esses dias floridos, sugerimos que antes de ler a postagem assistam este vídeo a primavera de Vivaldi, para entrarem no clima. 

Primavera de Vivaldi 



Ola! Leitores do Mosaico, como foi dito anteriormente vamos indicar alguns livros para lerem nesta estação, eu Thais vou indicar os cinco livros a baixo e a Mariana os próximos cinco, pois esta é uma postagem em conjunto acho que já percebem que fazemos postagens em conjunto de vez em quando. Então minha proposta de leitura é algo leve e romântico, são liv…

William Shakespeare

Um gênio da literatura, mundialmente conhecido, um dos escritores mais famoso do mundo e o mais apaixonado, criador dos mais belos sonetos da língua inglesa, desde pequenos ouvimos falar sobre ele, em filmes, livros, revistas e jornais, nos encantamos por suas obras, são fascinantes simplesmente apaixonantes. Eu realmente gostaria de saber se William de fato amou alguém como ele descreve, poderia um homem amar desta forma? Ainda não sei essa resposta talvez nunca saberei, mas sei que vou acreditar ser possível, pois as obras de William são compostas com uma profunda paixão da qual nunca vi em outro escritor, William ainda dá preciosos conselhos para a vida em outras obras.
O que mais posso dizer sobre este escritor genial que conquistou o mundo com suas obras poéticas e apaixonadas, sou grande fã dele assim como a Jane Austen, Sigmund Freud, Goethe e o brasileiro Machado de Assis.

Biografia resumida e obras 

Shakespeare é considerado um dos mais importantes dramaturgos e escritores de to…

Resenha - The Kiss of Deception

As crônicas de amor e ódio, é um dos melhores livros de fantasia que eu li recentemente, a história me surpreendeu bastante, para ser sincera eu esperava apenas um romance modesto, no entanto o livro é além disso, além da fantasia temos muita aventura, ação e um romance que te deixara apaixonado pelos personagens.
Pode-se levar anos para moldar um sonho, mas é preciso apenas um segundo para despedaçá-lo."
A autora Mary E. Pearson me ganhou por utilizar elementos previsíveis para criar uma trama inteligente, mágica, cheia de manipulações políticas e focada no amadurecimento de seus protagonistas. Fazia tempo que não lia algo tão grandioso e apaixonante.
 Eu sabia que o livro se passa em um ambiente medieval e  indicado para fãs de Game Of Thrones estava esperando uma narrativa mais histórica e romântica. Mas, para minha surpresa, esse livro trouxe um equilíbrio entre esses dois gêneros de forma arrebatadora. "Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a pro…

O mundo acabou de recomeçar!

Neste novo ano tudo o que desejamos é renovação, renovar as esperanças, as alegrias, mas tempos que nos preparar para fortes emoções que virão, como grandes amores perdidos, dias de tormenta, dias cinzentos, corações partidos, apesar esperamos coisas boas, as desagradáveis aconteceram de um forma ou de outra é bom estar preparado, para lutar e superar os desafios da vida!
Mas voltemos as alegrias, celebrar um novo ano, celebrar a vida, na minha opinião a celebração da vida é fundamental, temos que agradecer por essa dadiva de viver, de amar de sentir, e ter todas essas sensações que fazem valer apena estar vivo! Viva o novo, se jogue sem medo de ser feliz!
"Ser feliz é encontrar força no perdão, esperanças nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. É agradecer a Deus a cada minuto pelo milagre da vida."Augusto Cury



Um ano NOVO 

Busque em um ano novo Aquilo que você não pode procurar no velho. Seja aquilo que você não foi E o que você não pode ter se arrepend…